quarta-feira, 25 de março de 2009

Aos Vencedores...As Batatas...


Tivemos um Oscar um pouco diferente neste ano de 2009. Com o filme Slumdog Milionaire levando oito categorias ficou provado que Bollywood e o cinema indiano são uma realidade. O filme, na verdade, não apresenta nada de inovador. Pelo contrário, tirando a ausência de um elenco estelar e um gordo orçamento, o filme se deixa cair facilmente em clichês, tornando-se um melodrama com um bom roteiro adaptado e uma direção muito sólida. Vale a pena destacar também a bela fotografia do filme.
Benjamin Button, já discutido em outro tópico, salva-se por recursos técnicos e uma boa história. Dica: assistam "Forest Gump" e comparem, vale a pena.
Quanto a "O Leitor", mais uma vez a academia coloca um filme que fala sobre o holocausto em sua lista. A história é razoável e os diálogos são bem articulados. Kate Winslet leva o oscar de melhor atriz por uma exibição em que passa boa parte do filme nua, coloco isto como uma observação, não como crítica. Uma observação curiosa de fato."
No novo filme de Gus Van Sant, "Milk", temos algo um pouco diferente de seus antigos trabalhos: "Elefante" e "Paranoid Park", um filme um pouco menos autoral, mas mesmo assim é possível identificar alguma de suas principais características: uma primorosa montagem e excelente trabalho de personagens. Uma história real, personagens reais. Parabéns para Sean Penn, ainda prefiro Mickey Rourke ("O Lutador", Darren Aronofsky)
E por último, e na minha opinião, o melhor de todos: "Frost/Nixon", fala sobre a entrevista cedida por Richard Nixon à David Frost, onde falam sobre o caso Watergate, logo após a renúncia do presidente americano. Uma lição de Jornalismo e Televisão dentro de uma obra cinematográfica, atuações surpreendentes e enquadramentos ousados. Um filme frio, até mesmo nas cores, que nos deixam completamente compenetrados, uma aula de história, uma obra de arte.
Uma última observação, todos os filmes são contados em formato de FlashBack, uma tendência que vêm se comprovando na cinematografia atual, até mesma na brasileira ("Tropa de Elite", "Meu nome não é Johnny, entre outros)

Um beijo á todos,

até a próxima...

*Renan Lima é editor do Audiovisueiros

terça-feira, 17 de março de 2009

NOVO FILME - continuação da fantástica trilogia Bourne

Sou um grande fã de filmes de ação. Se tem um filme deste gênero que me tirou da cadeira foi o "Identidade Bourne". Completamente abalado por ser um filme completo, hesitei em assistir a continuação, o "Supremacia Bourne". Mas assisti. Era melhor! Frenético de admiração esperei ansioso pelo terceiro, o "Últimato Bourne"... ANIMAL! Assisti a trilogia cerca de duas vezes: uma com um amigo e outra com minha namorada.
Agora, para os fãs da trilogia:
de acordo com o jornal diário METRO e o site Variety vamos ter uma sequência para essa maravilhosa trilogia! QUATRILOGIA! Hahaha!!! Mas esperem sentados, não tem datas de estréia, não tem nem mesmo nome, mas Matt Damon (no papel de Bourne) e Paul Greengrass (o diretor da trilogia) já confirmaram que vamos ver mais um pouco do Macgyver do ano dois mil.

Para manter a coisa das dicas eu recomendaria, para quem gosta de ação, um puta filmaço chamado "Controle Absoluto". Acabou de lançar na locadora, e tem no papel principal o nosso amiguinho do Transformers (Shia LaBeouf).

Só resta saber se eles vão estuprar a trilogia ou dar mais uma porrada nos filmes de ação de última geração.

*Guilherme Ferrari é colaborador do Audiovisueiros

domingo, 15 de março de 2009

O CURIOSO CASO DAS PESSOAS QUE NÃO ASSISTEM FILMES QUE CONCORREM AO OSCAR

Comecei a reparar se as pessoas assistem os filmes que concorreram ao oscar. Sem contar, obviamente, os meus colegas de trabalho muitas pessoas não os assistem!

Na posição de "especialista" em cinema, ou seja lá o que for, eu deveria ter pelo menos uma mera opinião sobre este assunto. E tenho.

Independente do por que, para uma pessoa que gosta de cinema, de qualquer categoria possível, você muito provavelmente esta jogando fora uma boa oportunidade de entretenimento!

E é para que você não perca essa oportunidade que nós, equipe incansável dos Audiovisueiros, estamos aqui. Não é como se todos os filmes que concorrem ao maior prêmio de cinema do mundo fossem bons (realmente nem todos são), mas tem boas coisas por lá, prometo pra você.

A julgar pelo meu título, vocês sabem que eu queria mesmo era falar do filme "O curioso caso de Benjamin Button". FILMAÇO!
Foi dirigido por David Fincher (Diretor de "Clube da Luta", "O quarto do pânico" e "Zodíaco"). O cara tem seu mérito, certo?
Escrito por Eric Roth (já ouviu falar em "Forrest Gump?).
Já que falamos de oscar, ele ganhou três: Maquiagem, Efeitos Visuais e direção de arte. foi indicado pra uma porrada deles.

Por volta de 1990, o filme foi pensado para direção de Spielberg e Tom cruise no papel de Button. Depois (1998) pensaram em Ron Roward (diretor de "Código da Vinci", "Frost/nixon" - que concorreu a alguns oscars também) para a direção e -Travolta!- no papel principal.
Mas, talvez por obra de um destino direcionado para a satisfação de todos, Brad Pitt fez o que muitos dizem ser o seu melhor trabalho até hoje.

ASSISTAM! LIÇÃO DE CASA.

*Guilherme Ferrar é colaborador do Audiovisueiros