quinta-feira, 17 de julho de 2008

Sobre a edição de som no cinema: dentro e fora do quadro cinematográfico

Assim como a edição de imagem, a edição de som que cria a sensação de realidade do cinema. O som, assim como a imagem, nos faz embarcar no cinema. Você já viu um filme sem som? Como já dizia um professor meu, o Zé Gatti: o cinema sempre foi sonoro. mesmo quando os filmes não tinham uma "banda de som", tinha alguém fazendo musica, ou mesmo narrando o filme enquanto ele passava na tela. Aliás, ter um narrador dentro da sala para o filme foi um hábito que durou até pouco tempo na cinematografia do Japão.

Para se editar o som, temos que lembrar sempre do efeito que o cinema tem com o enquadramento. Diferentemente do teatro, por exemplo, o cinema enquadra o que quer explicitar com a imagem. O que o editor de som tem que fazer na edição não é diferente. Ele "enquadra" o som que deve ser percebido pelo espectador através da mixagem, mudando volumes, selecionando sons que devem ser mostrados e os que devem ser omitidos.

Algo que aprendi com Ismail Xavier é que o enquadramento de mostra uma fração da realidade no momento da captação. O espaço visto pela câmera fornece elementos que nos facilitam entender o espaço "fora da tela", como por exemplo um primeiro plano de um rosto, que nos da a entender que ali tem um corpo inteiro, ainda que só vejamos o corpo.

Se você, por exemplo, em uma edição sonoramente realista/naturalista, vê ao fundo no quadro alguns carros em uma avenida não poderia simplesmente "limar" os sons de carro, exatamente porque o espectador veria os carros mas não os ouviria, dando uma sensação de vazio. Então, se houver a nescessidade de recriar os sons do espaço da cena você precisaria colocar os sons de carro. Aliás, se você tiver em mãos uma cena que se passa em uma cidade, temos um termo que chamamos de "bafo de cidade", que seria o som que os carros, as pessoas, as construções fazem. Isso é muito importante, e é uma das formas de colocar o expectador no mesmo ambiente sonoro que o filme.

Para editar o som, lembre-se também que a localização de cada coisa é muito importante para se recriar um ambiente. você deve colocar, de acordo com os seus recursos em mão, os sons nos seus devidos lugares. Em uma edição estereo, que seriam dois canais (direito e esquerdo) você em um diálogo colocaria cada voz do lado que ela vem.

O som é o responsável por localizar o espectador. lembre-se disso.

*Guilherme Ferrari é colaborador do Audiovisueiros

Nenhum comentário: